TODAS RAINHAS E SÓ UM REIS

TODAS RAINHAS E SÓ UM REIS
Ellen, Rosy, Carolina, Anésia e GR

sábado, abril 29, 2006

NOCHES DE BUENOS AIRES


Foram momentos maravilhosos que passamos em Buenos Aires, eu e minha esposa, Anésia, os compadres, Guilherme Braga (cantor) e sua esposa (falecida), Ambrosina. Lembro bem que meu sonho era ver e ouvir a orquestra de meu maestro preferido, Horácio Salgán e o meu cantor nº 1, Roberto Goyeneche.Era temporada de verão. Os grandes nomes do tango vão para Mar del Plata.. Então fomos conhecer El Viejo Almacén e aplaudir o mais eclético dos cantores, Edmundo Rivero, por sinal o dono da famosa casa de tangos. Ingressos, mesa e janta combinados. Era chegada a hora do show e a ansiedade de ver por primeira vez, El Feo, apelido de Rivero, era enorme. Mas aí veio a grande decepção... Era folga dele e eu me ataquei dos nervos.Não havia nada que indicasse a sua ausência no show, onde ele era a grande atração. Assim, acabamos comendo gato por lebre e eu retornei ao Brasil, outra vez, sem ver Salgán, El Polaco Goyeneche y Edmunso Rivero. Foi demais!!!
Anos depois no cine Imperial em Porto Alegre, anunciavam uma temporada de tango com grandes nomes da música portenha, entre eles o de Edmundo Rivero. Oba, fui comprar rapidamente os ingressos... O nome de Rivero vinha sempre em destaque, mas na foto de promoção do grupo, eu não via a figura de Rivero.Fiquei invocado e resolvi olhar o programa do show e lá estava: Edmundo Rivero (h). Este "h" quer dizer: "hijo". Isso não pode acontecer comigo outra vez..., e em minha casa!! Botei a boca no trombone na Rádio, alertando para o engodo. Agora estou pensando ir a Buenos Aires para hablar con Salgán antes que seja tarde demais.

Um comentário:

Ellen disse...

Buenos Aires está a sua espera. Por que vc e mamãe não vão matar as saudades vendo o show Esquina de Gardel? Aproveitem e convidem os velhos companheiros que estão por aqui como: Guilherme. Ou melhor abram a mão e vão direto a fonte encher os ouvidos de tango e nada mas.....Bjus Ellen